ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES RURAIS DE BOFETE PROMOVE FEIRA DE ORGÂNICOS

A Associação de Produtores Rurais de Bofete (APRUB) é uma entidade fundada em 1990 para reunir os produtores rurais do município, mas que ficou algum tempo inativa, inclusive sem eleições da diretoria. A reativação da APRUB resultou da necessidade de formalizar uma cooperação entre os proprietários rurais, incentivados pela possibilidade de produzir hortifrutigranjeiros em pequena escala com alta qualidade (“orgânicos”), auxiliados por palestras e cursos do SENAR (Serviço Nacional de Aprendizado Rural), da CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral – Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento) e assessorados pela equipe de técnicos agrônomos e veterinários da Casa de Agricultura de Bofete, grandes incentivadores do novo conceito produtivo e da Associação.

O projeto cresceu quando começaram a comercializar a produção na Feira do Produtor Rural de Bofete, realizada todas as manhãs de Sábado, próximo à Rodoviária. A produção que inicialmente se concentrava em hortas artesanais para consumo próprio foi ampliada gradativamente graças ao apoio técnico e ao então crescente mercado para produtos orgânicos. Os novos produtores rurais de Bofete, são na maioria dos casos, pessoas novatas na produção agropecuária orgânica, alguns provenientes de cidades grandes, que tinham pouco conhecimento sobre o campo e que foram ensinados nos novos conceitos orgânicos de produção, objetivando-se plantar com manejo adequado do solo, adubação verde e sem uso de defensivos químicos, tornando o alimento mais saboroso e valorizado. Walter Müller, presidente da APRUB, explica que graças a essa parceria técnica se consegue enviar o excedente da produção à Prefeitura Municipal de Santo André, através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), e que a próxima etapa é a certificação dos produtores com o selo “Orgânico”. Além disso, está sendo programado um segundo dia para a Feira, na região central da cidade, possivelmente no horário noturno e com atrações musicais, “para não só alimentar o corpo, mas também o espírito, propiciando aos moradores e visitantes de Bofete alegria e bem estar”, finaliza Walter Müller.